Páginas

Sociologia; Comunidade, sociedade e cidadania

COMUNIDADE, SOCIEDADE, CIDADANIA

Comunidade: Grupo ou conjunto de grupos sociais que ocupam uma área relativamente pequena, geograficamente delimitada, cujos membros estão ligados entre si por laços de sangue e mantêm a mesma herança cultural e histórica.
Sociedade: Coletividade organizada e estável de pessoas que ocupam o mesmo território, falam a mesma língua, compartilham a mesma cultura, são geridas por instituições políticas e sociais aceitas de forma consensual e desenvolvem atividades produtivas e culturais voltadas para a manutenção da estrutura que sustenta o todo social.
COMUNIDADE E SOCIEDADE
Para o sociólogo alemão Ferdinand Tönnies, a comunidade é definida pelo ato de “viver junto, de modo íntimo, privado e exclusivo”, como na família, nos grupos de parentescos, na vizinhança e na aldeia camponesa. Já sociedade é definida como “vida pública”, como uma associação na qual se ingressa consciente e deliberadamente. Nas comunidades, os indivíduos estão envolvidos como pessoas completas, que podem satisfazer todos os seus objetivos no grupo. Nas sociedades, os indivíduos também se encontram envolvidos entre si; mas a busca da realização de certos fins é específica e parcial. Uma comunidade é unida por um acordo de sentimentos ou emoções entre pessoas, ao passo que a sociedade é unida por um acordo racional de interesses, ou seja, por regras ou convenções racionalmente estabelecidas. Assim, a comunidade é um tipo de agrupamento humano no qual se observa um elevado grau de intimidade e coesão entre seus membros. Nela predominam os contatos sociais primários e a família tem um papel especial.
A sociedade, em contrapartida, é formada por um conjunto de leis e regulamentos racionalmente elaborados. É o que acontece, por exemplo, nas grandes sociedades urbanas industriais. Ali, as relações sociais tendem a ser formalizadas e impessoais; os indivíduos não mais dependem uns dos outros para seu sustento e estão muito menos comprometidos moralmente entre si.
Portanto, a expressão sociedade designa agrupamentos humanos que se caracterizam pelo predomínio de contatos sociais secundários e impessoais, próprios para sociedade industrial, em que há uma complexa divisão do trabalho e o estado é sustentado por forte aparado burocrático.
CIDADANIA
Segundo o sociólogo Herbert de Souza (Betinho), “cidadão é um indivíduo que tem consciência dos seus direitos e deveres e participa ativamente de todas as questões da sociedade. Tudo o que acontece no mundo, acontece comigo. Então eu preciso participar das decisões que interferem na minha vida. Um cidadão com sentimento ético forte e consciente da cidadania não deixa passar nada, não abre mão desse poder de participação (...). A idéia de cidadania ativa é ser alguém que cobra, propõe e pressiona o tempo todo. O cidadão precisa ter consciência do seu poder”.
Aprender a ser cidadão e cidadã é, entre outras coisas, aprender a agir com respeito, solidariedade, responsabilidade, justiça, não-violência; aprender a usar o diálogo, nas mais diferentes situações e comprometer-se com o que acontece na vida coletiva da comunidade e do País. Esses valores e essas atitudes precisam ser aprendidos e desenvolvidos pelos estudantes e, portanto, podem e devem ser ensinados na escola.
Cidadania são os direitos e deveres do cidadão. Ela pode ou não ser exercida, mas, ao contrário da Ética, que só existe quando o próprio indivíduo a reconhece e a impõe a si, a cidadania é concedida à pessoa quando o grupo (o país onde ele mora, por exemplo) o reconhece como cidadão. Ninguém nasce cidadão, mas torna-se cidadão pela educação. Cidadania é, nesse sentido, um processo que começou nos primórdios da humanidade e que se efetiva através do conhecimento e conquista dos direitos humanos, não como algo pronto, acabado; mas, como aquilo que se constrói.
Se todos os seres humanos tornarem-se conscientes de que são cidadãos do universo capazes de tratar com respeito à natureza e seus semelhantes, certamente teremos em nosso planeta não apenas um ambiente saudável e equilibrado, mas também um ambiente ético, livre da violência e de outros comportamentos doentios de algumas pessoas.

3 comentários:

  1. MUITO BOM, GOSTEI... E COPIEI ALGUMAS COISAS P EU ESTUDAR MAS TARDE MAS. OBRIGADA .

    ResponderExcluir
  2. QUEBRA BASTANTE A CABEÇA, MAIS É BASTANTE LEGALZÃOOOOOOOOOOO!

    ResponderExcluir
  3. GOSTEI E APROVEITEI BASTANTE COISAS....MUITO PROVEITOSO !!PARA MIM FOI ÓTIMOOO.

    ResponderExcluir